CONCEITOS DE PESSOALIDADE E MORTE E SUAS CONSEQUÊNCIAS ÉTICAS

Autor: Clara Regina Guedes Campos Resumo: Esta dissertação debate a questão da morte na contemporaneidade por um viés filosófico no qual a ontologia e a bioética são as áreas de concentração principal. No primeiro capítulo, tratamos dos conceitos de pessoalidade e identidade pessoal tal como estes são pensados por autores como McMahan e Parfit. AContinuar lendo “CONCEITOS DE PESSOALIDADE E MORTE E SUAS CONSEQUÊNCIAS ÉTICAS”

PROBLEMA MENTE-CORPO: BREVIÁRIO DE POSSIBILIDADES E IMPOSSIBILIDADES

Autor: Raphael Rodrigo dos Santos Menção Honrosa no prêmio ANPOF 2018 de melhor dissertação de mestrado Resumo: A presente pesquisa procura inserir-se na área da filosofia da mente e busca discutir aquele que parece ser um de seus pontos mais problemáticos: o problema ontológico – por vezes referido como problema mente-corpo. Os dois primeiros capítulosContinuar lendo “PROBLEMA MENTE-CORPO: BREVIÁRIO DE POSSIBILIDADES E IMPOSSIBILIDADES”

SOBRE O PROJETO DE PAZ KANTIANO: UM FUNDAMENTO FILOSÓFICO DO DIREITO INTERNACIONAL

Autor: Nasla Rodrigues Gonçalves de Sabóia Campos Resumo: Esta pesquisa pretende investigar o projeto filosófico kantiano À paz perpétua partindo da transformação histórica e cultural da humanidade que tem como marco a Revolução Francesa, no qual o homem não mais se vê apenas como súdito e cumpridor de deveres, mas passa a ter consciência deContinuar lendo “SOBRE O PROJETO DE PAZ KANTIANO: UM FUNDAMENTO FILOSÓFICO DO DIREITO INTERNACIONAL”

ANÁLISE GENEALÓGICA DO DIREITO E DA PENA DE PRISÃO A PARTIR DA FILOSOFIA DE FRIEDRICH NIETZCHE.

Autor: Alianna Caroline Sousa Cardoso Resumo: Esta dissertação objetiva analisar o sistema punitivo e os modelos da política criminal do Estado Democrático de Direito brasileiro através da filosofia de Friedrich Nietzsche. O vértice da pesquisa é o modelo de punição consistente na pena de prisão. Objetivamos averiguar a quais pressupostos o cárcere encontra-se vinculado, enquantoContinuar lendo “ANÁLISE GENEALÓGICA DO DIREITO E DA PENA DE PRISÃO A PARTIR DA FILOSOFIA DE FRIEDRICH NIETZCHE.”

O CONHECIMENTO TÁCITO E O MOVIMENTO HUMANO – A EPISTEMOLOGIA DE MICHAEL POLANYI

Autor: Leonardo Vieira Baralle Resumo: O presente trabalho tem como objetivo uma exposição acerca da epistemologia de Michael Polanyi, especialmente suas formulações sobre o conceito de conhecimento tácito. Tal categoria de conhecimento usualmente habita o nosso saber prático cotidiano ainda que seja pouco explorada pela epistemologia analítica, tradicional ou formal, geralmente orientada a um caráterContinuar lendo “O CONHECIMENTO TÁCITO E O MOVIMENTO HUMANO – A EPISTEMOLOGIA DE MICHAEL POLANYI”